Geral

Motorista fica só de cueca após ser barrado 5 vezes em porta do Banco do Brasil

Share Button

O motorista J.A.R., de 52 anos, tirou a roupa e ficou só de cueca após ser barrado cinco vezes na porta giratória de uma agência do Banco do Brasil, na Rua Comandante Costa, região Central de Cuiabá, no início da tarde desta quarta-feira (9).

“Eu fui tentar passar pela porta e tirei tudo de metal. Tentei por cinco ou mais vezes e não consegui. Todo mundo estava olhando e resolvi tirar a roupa para verem que eu não estava armado, aÍ a porta foi liberada”, disse o motorista, ao  .

Ele conta que ficou irritado e se sentiu constrangido porque todos que estavam no local presenciaram o fato, inclusive as seguranças, que segundo ele ficaram rindo ao invés de prestar auxílio ao cliente.

“As seguranças ficaram rindo enquanto eu entrei pelado. É constrangimento demais, porque malandro entra rapidinho e faz o que quer, mas a gente que é trabalhador é barrado”, declarou.

Ele disse que é cliente do Banco do Brasil há mais de 20 anos e que não esperava ter que chegar a esse ponto para ter que entrar na agência. Ainda segundo o motorista, ele passou mais de duas horas dentro da agência para pegar um cartão que havia solicitado.

O motorista afirmou que vai entrar em contato com seu advogado para decidir se entra com uma ação contra o banco, pelo constrangimento sofrido.

Uma segunda cliente, que também foi barrada, tirou fotos de toda a situação e afirmou ao motorista que será testemunha dele, caso necessite.

Outro caso

No dia 22 de junho a servidora da Assembleia Legislativa do Estado Jesuína Moreira Neves, de 56 anos, se viu obrigada a tirar a blusa e ficar apenas de sutiã após ser barrada pelo detector de metais, em outra agência do Banco do Brasil, no bairro CPA, em Cuiabá, quando tentava entrar no local.

RAUL BRADOCK / DA REDAÇÃO
REPÓRTER MT

 

comente

To Top