Política

Prefeitura adquire micro-ônibus para transporte de mulheres até a Capital com emenda de Marcelino Tenório

Share Button

A prefeitura de Ouro Preto do Oeste está licitando um micro-ônibus novo com capacidade para transportar 26 passageiros, o valor da aquisição é de R$ 280 mil, e o recurso é oriundo de uma ação parlamentar do deputado estadual Marcelino Tenório (PRP – Ouro Preto).

O veículo é destinado para o Tratamento Fora de Domicílio (TFD), e vai servir exclusivamente para o transporte de mulheres até Porto Velho para realizarem exames preventivos de câncer de mama, procedimento que não deve ser interrompido pois, segundo pesquisas realizadas no país nove em cada 10 mulheres não conhece o seu risco de desenvolver a doença.

No ano passado, o deputado Marcelino entregou um micro-ônibus para a prefeitura realizar o transporte de pacientes para tratamento fora do município, e a partir deste mês, esse veículo tem intercalado viagens com grupo de mulheres para a realização do exame no Hospital de Câncer de Barretos – unidade de Porto Velho. 26 mulheres realizaram este procedimento em julho.

O prefeito Vagno Gonçalves Barros “Panisoly” (PSDC), em reunião com o deputado, agradeceu ao parlamentar pelo empenho e afirmou que o veículo novo vai dar mais conforto e segurança para as viagens semanais que serão feitas até a Capital do Estado. “O deputado Marcelino é nosso parceiro imediato, e tem feito gestão frente ao governo e conquistado muitos benefícios para Ouro Preto, principalmente no setor de saúde”, elogiou o prefeito.

O deputado Marcelino Tenório, que acompanha o trabalho voluntário e solitário do grupo de mulheres do Clube das Camélias, responsável pela realização leilões, chás beneficentes e campanhas de doações em prol do Hospital de Câncer de Barretos na região, defende que a saúde pública municipal precisa ter uma preocupação constante com os exames preventivos. “É preciso assegurar as mulheres da cidade e do campo o exame clínico pelo médico, ou por exame de imagens pela mamografia, ultrassom ou ressonância magnética. Diagnosticar em tempo significa salvar uma vida”, estimula o parlamentar.

Em 2017, três mulheres que fizeram exame na unidade móvel do HC de Barretos que atendeu em Ouro Preto do Oeste foram diagnosticadas com câncer de mama, e todas puderam iniciar o tratamento no tempo certo, segundo informou Gizele Pezzin Simões, enfermeira responsável pela triagem realizada na cidade e no distrito de Rondominas.

Fonte: Assessoria

comente

To Top